O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Teresina, PI
Segunda, 15
Julho de 2019

Reforma é do Rodrigo Maia a de Paulo Guedes era outra. E agora: vem aí a fiscal e dos juros cavalares?

Postado por Tomaz Teixeira em 06 de julho de 2019 às 19:40

Quem tem acompanhado as sessões plenárias que aprovam e discutem o projeto de Reforma da Previdência, tem se deparado com as colocações esdrúxulas, em especial quando da intervenção de Resultado de imagem para brigas  na camaraparlamentares já rotulados como TRAPALHÕES,  que votam contra tudo e contra todos. Em suma: estão ali para ser contra, num claríssimo revanchismo pela derrubada do PT do Poder, onde a esquerda que ontem era Poder e perdeu o discurso, a confiança do povo brasileiro e o pior: a credibilidade. Assim, decidiram bater de frente contra tudo e contra todos. Falo de alguns deputados e Resultado de imagem para brigas  na camaradeputadas, todos já rotulados como do contra, não vou citar nomes para não emporcalhar, a nossa coluna, pois estamos tratando de assunto sério e não cabe o nome dessa canalhada de esquerda que deveria criar vergonha e pelo menos deixar essas siglas enlameadas de forma vergonhosa pela Lava Jato.

Essa Reforma da Previdência, já não é a reforma proposta por Paulo Resultado de imagem para charge de rodrigo maiaGuedes, é a reforma do Presidente da Câmara Rodrigo Maia, que, com pose de PODEROSO Chefinho, se insurgiu contra o Projeto inicial de Bolsonaro e Paulo Guedes, para apoiar todas as reformas emendas de seus colegas, aliados dentro do seu Poder Legislativo.

Mas, pelo bem ou pelo mal, a reforma está sendo aprovada. Dos males, o menor, se não preenche todos os requisitos almejados, planejado por Paulo Guedes, pelo menos vai aliviar o caixa do governo, embora num futuro não muito distante, tenham que fazer outra reforma, para adequar à realidade do caixa federal de seguridade social. O que geraria uma economia de R$ 1 trilhão ficou aproximadamente, em R$ 889 bilhões.

Entretanto, já que o mal está feito, um projeto emendado bem diferenciado daquele proposto por Paulo Guedes, se fracassar, no seu conteúdo, os responsáveis são o Presidente da Câmara Rodriguinho Maia, o “PODEROSO chefinho” da Câmara dos Deputados, que todo empavonado, esbravejou pilhérias, jogou e soltou palavras contra o projeto de Guedes e demonstrando insatisfação para com o Presidente Bolsonaro. Mas, pelo bem ou pelo mal, a proposta, embora modificada, estupidamente, fora dos parâmetros proposto por Paulo Guedes, será Resultado de imagem para charge de rodrigo maiaaprovada no modelo de Rodriguinho Maia e seus coleguinhas.

Mas, o momento é de outras propostas, a fiscal, que tem rebentado a economia do país, com impostos cavalares e desnecessários, e a reforma econômica, que diz respeito aos juros cavalares praticados somente no Brasil, como em nenhum outro país do mundo. “NÃO DÁ MAIS PARA SUPORTAR ESSA CARGA DE JUROS ESPECIALMENTE NO CARTÃO DE CRÉDITO E NO CHEQUE ESPECIAL.” Daí, a necessidade de uma tacada com mão de ferro nos juros que estão Resultado de imagem para charge juros do chequeemperrando a economia do país. São 65 milhões de brasileiros travados pela dívida do Cartão de Crédito e do Cheque Especial. Ou Paulo Guedes, derruba esses juros e facilita que esses 65 milhões de brasileiros que simbolizam, representam a classe média brasileira, ou eles continuarão sem comprar, se constituindo na derrocada que tem levado estados e municípios a perder a força de seus fundos financeiros, por conta da queda do IPI, ICMS, ISS e outros “S” da vida no campo dos impostos, que afetam diretamente no FPE dos estados e no FPM dos municípios. Ou esses 65 milhões de brasileiros voltam a comprar e gerar impostos, proporcionando que a roda gigante da economia  volte a girar, ou os fundos que formam o caixa geral dos estados e municípios (FPE e FPM), vão continuar em baixa proporcionando essa derrocada já abalando e muito os cofres públicos federal, estaduais e municipais.

Um toque especial: a reforma tributária, precisa acabar com esse IPVA, o imposto mais ladrão do país. Esse IPVA é o ICMS mascarado, cobrado Resultado de imagem para charge juros do chequeanualmente em cima do veículo do cidadão, cobrando 4% do valor do carro quando do seu novo emplacamento, para receber o selo anual. Vejamos: nos EUA se emplaca um veículo da Limusine ao fusca e até à Moto, por apenas US$ 49 dólares. Afinal, que país é esse nosso? Chega! Basta! O povo não suporta mais.

Bolsonaro e Paulo Guedes, precisam também bater de frente e forte noutro impostozinho safado chamado de IPTU, devendo obrigatoriamente, criar uma alíquota federal de R$ 0,01% de centavos Resultado de imagem para charge IPTUpara o cálculo do IPTU em todo país, para acabar com a farra ladra dos prefeitos, em cima dos lares dos brasileiros. Chega de IPTU aluguel oficial da residência própria do cidadão!! Isso é preciso e com urgência Presidente, uma alíquota para o IPTU. E, finalmente, a esperada PORRADA nos juros cavalares, e uma cacetada nesse IPVA ladrão e desonesto.

ECONOMIA GRANDE existe por trás de um comércio forte de compra e venda. Sem compra e venda, não teremos economia sustentável para garantir a sustentabilidade do caixa dos estados e dos municípios. Resultado de imagem para charge juros do chequeNinguém diz!! Não vejo nenhum comentarista nas TVs e nos grandes jornais e famosas revistas, dizerem, que o grande pecado de Paulo Guedes, é: nunca se reportar, se manifestar, quanto aos juros cavalares praticados no Brasil. Ou acabam com os juros cavalares praticados no Brasil, ou esses juros vão afundar a nossa economia, já fortemente danificada por conta desses juros imorais e desumanos, onde somente a FEBRABAN   a Resultado de imagem para charge juros do chequegrande responsável, por esse crime de olho gordo em cima da economia do país, com a extorsão da sociedade, com juros não praticados em nenhum outro país do mundo. Basta, chega, abaixo os juros ladrões do cheque especial e do cartão de crédito. O povo não suporta mais, é a única fórmula, para possibilitar o povo voltar ao mercado de consumo, dos 65 milhões de brasileiros dependurados no cartão e no cheque especial.

E assim, Ministro Paulo Guedes, ou o Sr., derruba esses juros cavalares Resultado de imagem para Ministro Paulo Guedesou os juros cavalares vão lhe derrubar e derrubar a imagem do Presidente Bolsonaro. Juros altos são os maiores inimigos da economia do país. É o câncer maligno que destrói nossa economia. Ou Bolsonaro acaba com os juros altos, cavalares, ou esses juros vão acabar com o seu governo, e os 65 milhões de brasileiros continuarão fora do mercado de compra. Isso é triste e real.

É a nossa dura e implacável opinião de hoje, doa à quem doer.    

 

 

                                    P  A  N  C  A  D  A     P  I  A  U  Í

Imagem relacionada

 

  • LIBERAMOS E PASSAMOS AO GOVERNADOR WELLINGTON DIAS, COMO PREFEITO AUTOPROCLAMADO DE TERESINA, O PROJETO DE Nº 10 – DE NOSSA ADMINISTRAÇÃO.

 

 FIRMINO NÃO FEZ TOMAZ VAI FAZER.

§  Passamos ao Governador Wellington Dias nosso Projeto e proposta nº10 que compreende a revitalização das margens direita e esquerda, do Rio Poti, da Curva do CFAP à ponte da Primavera, lado esquerdo, e, da Ponte Wall Ferraz, à ponte da Primavera, lado direito, nas margens esquerda e direita do Poti, sentido sul norte. Esses dois projetos acabarão com o apartheid cruel vivido em Teresina, pelas famílias da periferia da cidade, passando toda a população a conviver no mesmo espaço, tanto na margem esquerda com o gigante projeto de Playground com 8 a 10 módulos de brinquedoteca para crianças e áreas de lazer, na margem esquerda, do CFAP à ponte da Primavera e da ponte Wall Ferraz à ponte da Primavera.

Na margem direita do Poti com a implantação do PRAIÃO POTI, que vai dar a Teresina, o maior, e mais movimentado point turístico do nordeste, com projetos inteligentes de convivência social sem apartheid, acabando com essa discriminação, para a convivência de todos os cidadãos no mesmo espaço. Vejam e comparem. O projeto é todo seu Governador, Wellington Dias, pode começar essas duas MEGA obras, que vão trazer orgulho para a criançada e para o povo de Teresina, gerando milhares de empregos e renda. Vejam e comparem. O projeto é seu Governador pode executar, pois, tem a nossa liberação como autor, idealizador da MEGA obra abrangendo as duas margens do Poti, vejam agora que maravilha. O Rio é federal, daí, o Governador não depender de nada da PMT para a execução desse maravilhoso projeto que compreende as duas margens do RIO POTI! Mãos à obra governador!!! UAU!!!!!

 

 

 

PROPOSTA N°10 

 

(FIRMINO NÃO FEZ, TOMAZ VAI FAZER)

 

 

 ATENÇÃO!! SÃO DUAS PROPOSTAS PARA AS MARGENS DIREITA E ESQUERDA DO POTI, DANDO UMA PAISAGEM NOBRE DE PROGRESSO E DESENVOLVIMENTO GERANDO EMPREGOS, RENDA, E LAZER PARA TODA A POPULAÇÃO DA NOSSA TERESINA. VEJAM QUE LOUCURA. TERESINA VAI MUDAR ACREDITEM!!!

  

      

  •  COMO PREFEITO VIRTUAL DE FATO DE TERESINA,TENHO dois projetos para as duas margens do Poti. O primeiro na sua margem esquerda que compreende o trecho entre o CFAP na Marechal Castelo Branco, até a ponte da Primavera. Transformando essa área ribeirinha no maior Play Ground do nordeste. Um presente da Prefeitura às crianças de Teresina ricas e pobres que participarão a conviver no mesmo espaço de lazer, numa área nobre bonita, agradável e humana acima de tudo, afinal, as crianças de Teresina perderam o Toboágua da Poticabana e estão indo para o Zoobotânico, outra obra pensada e planejada por Alberto Silva (maior governador do Piauí de todos os tempos, Para abrigar a população de todas as classes sociais e isso aconteceu antes da Poticabana, e agora depois que destruíram a Poticabana, acabando com sua PISCINA DE ONDAS, e com o TOBOÁGUA, alegria das crianças pobres de Teresina. Mas, o grande Play Ground terá de 6 a 8 módulos de  brinquedoteca, com o aproveitamento das margens do Poti, com lanchonetes, áreas para toda família adultos e crianças, em especial, aos sábados e domingos e durante a semana das 17:00 às 21 horas, com lazer permanente para a criançada. Vamos mostrar a primeira etapa do lado da Marechal Castelo Branco e em seguida vamos abrir espaço para o PRAIÃO POTI, que começará na Ponte Wall Ferraz passando por toda Avenida Cajuína, entrando na Raul Lopes até alcançar a ponte da Primavera, no maior point turístico do nordeste, com a beira rio Poti, fazendo inveja a muitas cidades praiana, com a beleza do arrojado projeto de urbanização e embelezamento da cidade, dando vida noturno aos teresinenses e acabando com o APARTHEID  cruel vivido em Teresina, onde a elite se reúne  nos bares e restaurantes entre a Av. Kennedy e a N.S. de Fátima, ficando o povão sem opção de lazer. A margem do Poti, passará a ser desde a Av. Cajuína até o final da Av. Raul Lopes até encostar na ponte da primavera. Vejam agora o arrojado projeto de para as duas margens do Poti. Você com certeza vai aplaudir!!! Obs. Vamos tirar toda mata baixa ficando as grandes árvores, abrindo a visão dos dois lados, com uma bela cerca americana, para visualizar com iluminação feérica de postes com 20 metros de altura e arandela com 13 metros de diâmetro cada, como fez Alberto Silva na poticabana e os imbecis, levaram os postes e as arandelas de 13 lâmpadas cada, não  se sabe para onde. Vejam a beleza de se deleitem:

 

 

 

 

PROPOSTAS DO JORNALISTA TOMAZ TEIXEIRA PARA HUMANIZAR E EMBELEZAR A CIDADE DE TERESINA NAS MARGENS DO RIO POTY

 

 

 

Quem não quer se orgulhar de sua cidade. Quando vejo o Rio Sena embelezando Paris e o Tamisa enchendo Londres de esplendor, começo a imaginar, por que não transformarmos o Rio Poti que fica entre o centro de Teresina e a mais nobre zona habitada da cidade, a Leste norte e sul, num belo projeto turístico onde a criatividade trará lazer para todas as camadas sociais sem distinção, como se estivéssemos numa bela beira mar, como acontecem nas capitais praianas. O Rio Poti é o nosso mais fantástico point, só faltam projetos a altura de transformá-lo num belo encontro de lazer e turismo, trazendo vida para a nossa maravilhosa capital

 

 

 

 

 

Trabalhar as margens do Rio Poti, pode ser o começo do embelezamento de Teresina, com seus condomínios fantásticos e torres residenciais que deram nobreza à nossa cidade. Mas, inegavelmente, as margens do Poti, se bem trabalhadas, com certeza vão embelezar e se transformar no mais nobre point de nossa capital. O Rio Poti bem cuidado e planejado para ser o nosso cartão de visitas, vai trazer vida noturna para toda a juventude sem definição de classe, onde todos conviverão, como se vive nas grandes cidades que têm beira mar, onde todos gozam do mesmo privilégio de espaço, sem distinção de classe, com todos se divertindo e curtindo a noite piauiense democrática e socialmente falando.

 

 

 

 

 

E como seria essa nova Teresina, depois de trabalhado o Rio Poti com suas margens recebendo projetos inteligentes e dando orgulho aos piauienses? Vejam nossas propostas:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PROJETO – 01

 

 

 

 

 

 

 

 

 

a)    UM GIGANTESCO PARQUE EM FORMA DE ÁREA DE LAZER SEM SIMILAR NO NORDESTE.

 

b)    – Entre o CFAP e a Ponte da Primavera, ao longo da Avenida Marechal Castelo Branco, ousar, definindo 5 ou 6 módulos, como áreas especiais, de lazer, para receber a criança de 02 a 12 anos, no mais avançado projeto de concentração de crianças do nordeste.

c)  Uma cerca americana com 2 linhas de 40 centímetros de largura em  madeira ou concreto, longas, brancas, formando uma proteção em toda margem do RIO e esteios de sustentação na mesma cor, com dois cantos abertos, com fundo para o Rio Poty e frente para a Avenida Marechal Castelo Branco. Nessa grande área, serão implantados brinquedo/teca, definindo cada módulo ao longo da avenida, por idade, por exemplo, crianças de 2 a 4 anos, de 4 a 8 anos e de 8 a 12 anos definindo qual o brinquedo para aquele módulo. Os brinquedos serão de madeira e fibra, no mais avançado estilo encontrados facilmente no mercado.

d)    – Em cada módulo do genial parque de lazer, para as manhãs de domingo,chuveirões para refrescar as crianças com banhos durante o lazer. Em cada área definida de brinquedos para as crianças, os pais poderão fazer piquenique aos domingos, sob a sombra das árvores. Em cada módulo definido para a brinquedoteca, a construção de um módulo comercial para a venda de lanches, sucos, refrigerantes, sorvetes, picolés e bombons aos visitantes do parque, gerando emprego e renda. Uma lanchonete Padronizada em cada módulo ao longo da avenida.

e)    Esse projeto trará para o longo da Avenida Marechal Castelo Branco, as crianças de todos os bairros, democratizando o lazer para crianças ricas e pobres, numa área de três quilômetros, sem similar no nordeste.

f)      – A Prefeitura de Teresina, dotará os parques de seguranças, salva/vidas, palhaços bem pintados para animar a criançada e assistentes sociais, isso, aos sábados e domingos, para atender as crianças e suas respectivas famílias, com um posto de atendimento em cada módulo de lazer. Coisa de primeiro mundo.

g)     – Para inaugurar esse parque, deve ser reservado uma manhã de domingo, com a presença da apresentadora de televisão Xuxa, ou os palhaços PATATI/PATATÁ, que deverão sobrevoar a avenida de helicóptero e pousando no pátio da Assembléia Legislativa, local onde será cortada a fita de inauguração, com a presença de autoridades e o povão e suas famílias. Anotem para conferir.  

 

 

 

 

PROJETO – 02

 

 

 

TERESINA EXIGE A CONSTRUÇÃO DE UMA GRANDE ÁREA DE LAZER PARA A JUVENTUDE E PARA O POVÃO, QUE HUMANIZE A NOSSA CIDADE, NOS DANDO ORGULHO DE SERMOS TERESINENSES, NATURALMENTE QUE DANDO ÀS MARGENS DO RIO POTI, O NOSSO GRANDE POINT TURÍSTICO DE NOSSA CAPITAL. A HORA É ESSA. VAMOS OUSAR!

 

a) – A população de nossa capital, especialmente a nossa juventude, ainda prescinde de áreas de lazer e turismo que lhes dê orgulho de ser teresinense. Ora, as capitais mais famosas do mundo como Paris que tem o Rio Sena e Londres, que possui o Rio Tâmisa, os aproveitam para o mais belo lazer de turismo nas margens e dentro do seu leito.

b)– Ao longo das Avenidas Cajuína e Raul Lopes, compreendendo o trecho entre a Ponte Wall Ferraz e a ponte da Primavera, passando pela ponte Estaiada, podemos criar, ousar e encher de orgulho o teresinense com o projeto que agora vamos delinear:

01 – Entre a Poticabana e a ponte Wall Ferraz a primeira etapa dessa grande obra que compreenderá no seguinte: será o Poti Praião, que consistirá no seguinte:

 

 

02 – Projeto aproveitando a arborização existente de forma urbanística e 

até plantando mais árvores, como Ipês de todas as cores, amarelos, roxos, brancos etc., trilhas para caminhada, campos de futebol de areia, ,futevôlei, restaurantesestilizados ao longo da avenida em Palhoções gigantes de tijolo madeira e palha, no estilo clássico para abrigar os restaurantes nobres da cidade, oferecendo a cada empresário os recursos junto ao BNDES para a sua construção, com contrato de 10, 15 ou 20 anos de locação grátis.

 

 

03 – Chuveirões com água a ser armazenada de poços tubulares, limpa e sem contaminação, para refrescar os banhistas.


04 – Área para exposição de vendas de produtos artesanais, como acontece nas cidades praianas, divulgando o nome e valor do artista piauiense, gerando emprego e renda.

05 – No lago, ao lado da Ponte Wall Ferraz e à margem da Avenida Cajuína, aumento do nível estático da água do lago, para a utilização de pedalinhos para passeios noturnos e nos finais de tarde.

06 – Ao lado da ponte Wall Ferraz, com frente para o Teresina Shopping, a

construção de um Hotel de cinco ou mais estrelas, projeto esse que deverá ser oferecido à iniciativa privada, prioritáriamente, a um grupo piauiense, por exemplo: o grupo R. Damasio, com recursos a serem adquiridos junto ao BNDES

.

 



07 – Próximo da Poticabana e do Teresina Shopping, aproveitando a belaarborização existente, construir sem alterar a beleza da natureza, preservando o parque ali existente, uma área que será denominada de JARDIM DOS NAMORADOS, com bares e lanchonetes estilizados no mesmo padrão dos restaurantes de tijolo, madeira e palha, na margem da Avenida Cajuína, para atender aos visitantes, a serem construídos pela iniciativa privada e contrato definido em anos de uso. Esse Jardim dos Namorados como foi feito na Bahia por Antônio Carlos Magalhães, será todo ele com bancos de madeira, gramados bem cuidados, floricultura e casa de venda de revistas e jornais, com uma vantagem, policiamento a partir das 18 horas até as 2 horas da manhã, para a tranqüilidade dos jovens que ali freqüentarão.

- 08 – A Poticabana que pertence ao Governo do Estado, se discutiria se seria recuperada e aberta ao público, bem como recuperada a sua piscina de ondas para o lazer de banhos aos domingos como antigamente. Também, devolver às crianças de Teresina o grande TOBOÁGUA, alegria dos meninos pelo lazer moderno e avançado, o seu principal divertimento dentro do parque. Isso é preciso. Acabar com a piscina de ondas e com o toboágua, gerou tristeza profunda nas crianças pobres de Teresina, uma maldade que precisa ser corrigida. Algo que consideramos desumano e inoportuno. A Piscina de Ondas e o Toboágua, são imprescindíveis ao Parque Poticabana, devolvendo a alegria das crianças que frequentavam o parque nas manhãs de sábado e de domingo. A área reservada para shows seria preservada para grandes eventos com artistas nacionais e estrangeiros, naturalmente que, com um novo projeto numa espécie de teatro aberto para grandes shows.

- 09 – Saindo da Ponte Juscelino Kubstchek, desceríamos em direção à ponte da Primavera, com novos e arrojados projetos. Vejamos:

- 10 – Ao lado da Poticabana no leito do Rio Poti, seria construída uma passarela, que levará a um restaurante flutuante redondo, construído em madeira nobre e polida com cobertura de palha de carnaúba, e paredes de vidros blindex, com uma área interna refrigerada e uma aberta, com platô no mesmo nível da Avenida Raul Lopes, para facilitar a ligação dos banheiros com a rede de esgoto. Esse restaurante será denominado de CABEÇA DE CUIA 1 – terá iluminação feérica, se destacando em beleza e luminosidade.

-011 – Ao lado do Riversid Shopping, também no leito do rio, no mesmo estilo, seria construída uma Boite denominada de CABEÇA DE CUIA 2 – com o mesmo projeto de madeira e cobertura de palha, redondo e sem fugir dos padrões do Cabeça de Cuia 1, embelezando o leito do rio com iluminação feérica se destacando também em beleza e luminosidade.

012 – Para esses dois projetos do CABEÇA DE CUIA, seria oferecido ao setor empresarial o projeto a ser seguido, bem como os recursos necessários à sua construção junto ao BNDES, com apoio da Prefeitura de Teresina.

013 – Essas pequenas palhoças que ficam na frente do shopping, serão substituídas por projetos arrojados de arquitetura e embelezamento, no mesmo estilo dos restaurantes definidos para a margem da Avenida Cajuína na primeira etapa do projeto. Nada fugirá do padrão definido pelo Projeto da Prefeitura de Teresina. Esses restaurantes poderão se prolongar pela margem ribeirinha da Raul Lopes até o encontro com a Ponte da Primavera.

-014 – Antes da ponte estaiada, fazer uma pista de Kart com arquibancada,para inserir Teresina, no projeto nacional de Kart, para que participemos de competições nacionais e estrangeiras. Algo inédito no Piauí.

- 015 – também ao longo das margens do Rio Poti, na Raul Lopes que compreende ao trecho entre o Shopping Riversid e a ponte da Primavera, quadras de Tenis, Volley, Basquete, futebol de salão, aberto ao público, como área de opção para práticas esportivas.

 

 

016 – Para alavancar o turismo nos rios Poti e Parnaíba, exigir das linhas de ônibus que servem a capital, a compra de barcos refrigerados, para o trecho náutico entre o Teresina Shopping e Timon, no vizinho estado do Maranhão, dando inicio aos passeios turísticos, inclusive com barcos fechados e abertos, como se vê no Rio Sena em Paris. Lembramos que o Rio Poti, também pode servir de competições náuticas diversas, desde que as federações assim pensem a partir do campeonato de remo.

 

 

IMPORTANTE 

 

017)- duas passarelas para pedestres em estilo colonial, no modelo Paris,ligando a Ilhotas ao Teresina Shopping e outra ligando o Cabral (Rio Poti Shopping ao Riversid Shopping, proporcionando aos moradores dos dois bairros que se desloquem aos respectivos shoppings, sem a necessidade de transporte do ônibus ou automóvel. Uma passarela em estilo colonial, bem iluminada e bem policiada para a segurança dos transeuntes.

 

018 – UMA FEIRINHA IGUAL A EXISTENTE NA PRAIA DE IRACEMA EM FORTALEZA DAS 17:00 HORAS ÀS 22:00 HORAS, PARA INCENTIVAR O MERCADO DE ROUPAS E ARTEZANATOS, EMBAIXO DA PONTE ESTAIADA DE DOMINGO A DOMINGO,gerando milhares de empregos aos feirantes e ambulantes.

 

 

Sim, e por que não? Teresina é uma cidade de desempregados, daí a necessidade de exemplo da feira existente na Praia de Iracema em Fortaleza, criar a Feirinha da Ponte Estaiada, com confecções, artesanatos e comidas típicas, diariamente das 17:00 às 22:00 horas, gerando um novo mercado de trabalho, que poderá abrigar mais de 3 mil feirantes. Vai gerar uma zona de compras noturnas e um novo mercado de trabalho para as pessoas de pequenas iniciativas privadas. Esse projeto há muito que a cidade clama, já que não temos industrias e muito menos mercado de trabalho. Daí a feirinha igual a existente em Fortaleza a mais preferida pelos turistas da noite em Fortaleza.

 

019 – NOVOS BARES E RESTAURANTES DE COMIDAS DIVERSAS NAS MARGENS DO POTI DA PONTE JK ATÉ DEFRONTE O EDIFICIO EUROBUSSINES, PARA EMBELEZAR A FRENTE DO SHOPPING RIVERSID. UM POINTE NOTURNO E TURÍSTICO DE GRANDE MOVIMENTAÇÃO POPULAR – MODELOS:

 

 

As margens do Poti precisam dar sequencia ao projeto PRAIAO POTI, de nossa autoria, uma idéia que precisa ser implantada pelo governo do Estado, pois a Prefeitura de Teresina, leia-se Prefeito Firmino Filho, só faz porcaria e nada que engrandeça a cidade de Tereina, vejam o padrão dos restaurantes e do nível das casas noturnas da beira do Rio como acontece nas beira mar das outras capitais com praias.

 

 

 

J U S T I F I C A T I V A S

 

 

Analisando técnicamente esses dois mega projetos das margens do Poti, do lado da Marechal Castelo Branco e do outro lado nos trechos que compreendem as Avenidas Cajuína e a Raul Lopes, os recursos a serem aplicados não serão vultosos, pois as obras de peso financeiro, serão construídas pela iniciativa privada, com opção de exploração comercial dos respectivos projetos DE LANCHONETES E RESTAURANTES.

Com a definição e construção dessas duas obras, voltadas mais para as crianças de um lado e do outro, para assanhar a juventude, acreditamos que o conceito de Teresina vai subir de regular ou de bom, para Ótimo. Vai causar impressão arrojada junto a população da capital. Teresina há muito clama por esses dois projetos que mudarão a imagem de nossa capital para o conceito de cidade moderna e avançada, com opção de visitação turística. Isso está nos faltando há muito tempo, mas a classe política que governou essa capital por muitos anos não teve essa preocupação, sensibilidade e criatividade.

Precisamos ousar para poder figurarmos no cenário de modernidade das grandes capitais do nordeste, como uma capital que se preocupou com a humanização de seus espaços, para atender aos reclamos de nossas crianças, juventude e da família como um todo, marcando presença no conceito de povo civilizado e avançado.

 

 

ESPECIAL:

 

 

 

UMA PROPOSTA PARA O FUTURO

 

Um grande espaço cultural pode ser construído, com no mínimo 150 metros de altura, no centro da Avenida Frei Serafim, entre a ponte do Poty e a Rua Goiás, com arcos laterais, túnel artificial em concreto, para a passagem de veículos no sentindo zona leste e centro, ficando o platô acima, servindo de estacionamento, com a frente para a zona leste, com elevadores panorâmicos, salas de eventos para congressos e exposições de artes, cinemas, restaurantes panorâmicos, teatros e salas em andares outros, para médicos, advogados etc. O Centro Cultural Integrado de Teresina, teria projetos de OSCAR NIEMAYER, mas  com sua morte podendo ser  escolhido um novo arquiteto de renorme nacional, ou um piauiense, com um traçado no formato de “ T “de Teresina, e será um dos marcos de nossa capital, como é o Elevador Lacerda em Salvador, Cristo Redentor e o Pão de Açúcar, no Rio de Janeiro, podendo ter um bondinho saindo da parte traseira do Espaço Cultural, passando por cima da Igreja de São Benedito e com platô turístico com restaurantes e área de lazer, em Timon, no Maranhão. Esse projeto pode ser factível com a venda das salas e espaços nele contidos. Podendo também ser construído pela iniciativa privada com apoio do município.

 

 

        Teresina, 17 de fevereiro de 2012

Jornalista Tomaz Teixeira

Contato (086) 9981-5007.

 

Tomaz007@ig.com.br

 

Tomaz007@hotmail.com.br

 

 

 

 

 

 

 

T  R  I  N  C  H  E  I  R  A

 

  • IMPRENSA PRECISA COBRAR MAIS DOS POLÍTICOS E FAZER MENOS POLITICALHA – Faz pena o nível de inoperância, de nossa imprensa, quanto aos programas televisivos do meio dia, quando, debatem diariamente candidaturas de prefeitos e vereadores para o próximo ano, quando, o momento, exige da grande imprensa, Resultado de imagem para charge de bal bla na tvque, cobre dos políticos, AÇÕES empreendedoras, direcionadas ao desenvolvimento.

 

  • TERESINA É A CAPITAL MAIS POBRE DO NORDESTE E TEM MENOS INDÚSTRIA DO QUE SOBRAL NO CEARÁ – Lamentavelmente Teresina, não tem um parque industrial à altura de receber a nossa juventude de novos formandos. Somos a capital mais pobre do nordeste, sem indústrias e sem perspectiva nenhuma de desenvolvimento. No lugar de discutir candidaturas de prefeitos e vereadores para as eleições ainda de 2019, a imprensa televisiva deveria entrevistar professores universitários e são muitos PHDs da UFPI e UESPI e outras escolas de nível superior como a NOVAFAP, que poderiam contribuir e muito para a orientação política de nossos representantes a maioria neófita e despreparada. Vergonhosamente, Teresina tem menos indústria do que SOBRAL, NO CEARÁ!!! Vergonha!!!!!  

 

  • É PRECISO A UNIÃO DE TODOS PARA COBRARMOS MAIS DE NOSSA CLASSE POLÍTICA DESPREPARADA E NEÓFITA – Alguém tem dúvidas de que a nossa classe política é neófita e despreparada em sua maioria? Pouco são os políticos com mandatos e seus tecnocratas, que diante do atraso em que vive o Piauí desde a sua capital à todo estado, naturalmente por falta de projetos consistentes de desenvolvimento.

 

  • IMPRENSA TEM CULPA DO ATRASO DO PIAUÍ – Sim, claro, Resultado de imagem para charge de jornalismoprecisamos de um jornalismo mais competente eficiente com linha editorial direcionada à crítica na busca pelo progresso do estado e pela industrialização da capital Teresina, que não tem distritos industriais à altura de receber grandes indústrias, por falta de energia de qualidade em suas estações.

 

  •  É PRECISO APROVEITAR A RICA MESOPOTÂMIA TERESINA – Sim, a partir do projeto Grande Teresina, que compreende a capital Resultado de imagem para canais de irrigaçãodo Piauí, 14 outros municípios e mais Timon no vizinho estado, para a elaboração de projetos consistentes de desenvolvimento, com gigantes projetos de irrigação tipo “V” para fomentar, incentivar a expansão e larga escala da produção de fruticultura, legumes, verduras, piscicultura e apicultura nos 16 municípios que compreendem o Grande Teresina.

 

  • CANAIS DE IRRIGAÇÃO COM APOIO DA CODEVASF E DO OGU DA UNIÃO – Teresina é uma mesopotâmia, gritando, clamando por Resultado de imagem para canal de irrigaçãocanais de irrigação e a formação de um gigante polo irrigado desde Nazária e Demerval Lobão, com destino a União, aproveitando as margens do rico Rio Parnaíba, podendo gerar uma MEGA área irrigada, para  produção, em larga escala, de frutos e legumes. Teresina não pode continuar sendo a capital mais pobre do nordeste no campo da agricultura, indústria e agroindústria. É preciso uma intervenção do estado, pois, o município de Teresina, só faz calçamento e asfalta ruas, esquecendo-se dos projetos de crescimento econômico e agrícola. Faz pena!!

 

  • JUVENTUDE SEM ESPERANÇA POR FALTA DE PROJETOS CONSISTENTES DE DESENVOLVIMENTO – Teresina é uma capital cruel. Sua população universitária que é gigante, grande, pela Resultado de imagem para jovens desempregadosquantidade de Universidades públicas e privadas, que, a cada semestre, jogam no mercado de trabalho, centenas e centenas de jovens formandos que, infelizmente, se frustram, quando caem na real de que Teresina, não tem área de trabalho para tantos formandos em diversas áreas culturais. Daí a responsabilidade da chamada grande imprensa, que, não pode continuar com essa politicalha nojenta diária, e, partir para fazer cobranças de projetos consistentes de desenvolvimento, em especial na agricultura, devido a nossa rica mesopotâmia formada pelos rios Poti e Parnaíba. É o nosso duro recado e hoje.

 

§  - PORTAL jogoaberto.com – fazendo jornalismo sério, e, sempre direcionado ao progresso e ao desenvolvimento sustentável, entendendo que essa é a obrigação de todos que querem e podem fazer jornalismo sério. Jogoaberto.com -  NELES!!!!!

 

 


P  I  M  E  N  T  I  N  H  A

 

Resultado de imagem para pimenta


  • A reforma da Previdência não é mais aquela apresentada por Paulo Guedes. A responsabilidade do seu fracasso pode ser direcionada ao Presidente da Câmara Rodrigo Maia e deputados que divergiram do projeto original.


  •  Esse projeto que vai ser aprovado tem muitos pontos que não são da lavra de Paulo Guedes, fugindo assim a responsabilidade do governo caso o projeto não corresponda.


  • A carapuça dos erros que podem advir no decorrer das ações dentro das novas normas de aposentadorias, se não corresponderem aos anseios da economia tem um responsável, deputados federais e o Presidente da Câmara Federal, o PODEROSO CHEFINHO, Rodriguinho Maia.


  •  Políticos do Piauí, nenhum têm projetos para o Estado e muito menos para Teresina.


  •  Logo que termina uma eleição no Piauí, políticos e imprensa neófita, começam as escolhas de candidatos para eleições para os dois anos depois da eleição finda no final do ano passado.  


  • É preciso mais censo crítico de responsabilidade para com a juventude universitária.


  •  Deixar a politicalha fétida de lado e cobrar mais ações concretas de desenvolvimento desses políticos que não têm projetos consistentes de desenvolvimento.


  •  O Poder Público estado e município de Teresina, garroteiam a imprensa que só comentam o que interessa ao estado, quando uma imprensa sadia, competente, tem o dever de cobrar projetos, planejamento de resultados direcionados ao desenvolvimento.


  •  Até quando a nossa imprensa vai continuar fazendo o jogo da incompetência política.


  • O papel da imprensa é mostrar ao povo quem tem cabedal, competência para reger os destinos do estado e de sua capital.


  •  É preciso consciência critica na condução das questões inerentes ao desenvolvimento do estado, cobrando projetos consistentes de desenvolvimento, com ações duradouras de riqueza, emprego e renda.


  • EITA PIAUÍ DIFÍCIL, NA IMPRENSA  ACOMODADA E AMORDAÇADA E NA POLÍTICA MEDIOCRE E ATRASADA, ONDE REINA A INCOMPETÊNCIA. Ô COITADOS!!!!!

 

 










19/09/2018 - 08h23min
O Supremo de Toffoli

14/09/2018 - 11h28min
Brasil É ver, para crer

14/09/2018 - 11h25min
Lava Jato Novos ares

05/09/2018 - 09h37min
A rainha sádica do cangaço

02/09/2018 - 16h10min
Diploma sem sair de casa



27/06/2018 - 18h39min
ENTERRO Á VISTA