O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Teresina, PI
Terça, 17
Outubro de 2017

24/09/2017 - 15h59min

iPhone X custará US$ 1.000 e terá reconhecimento facial

Em evento realizado nesta tarde, a Apple apresentou seu novo smartphone, o iPhone X (o X do nome é pronunciado como número dez, e não como letra). Confirmando os rumores, o novo aparelho não tem o tradicional botão Home na parte inferior e a tela ocupa praticamente toda a frente do aparelho.

O iPhone X começa a ser vendido nos EUA no dia 3 de novembro por US$ 999 em versão com 64 GB. Haverá ainda uma versão com 256 GB, mas o preço não foi divulgado. Vale observar que, com os impostos cobrados no momento da compra, o valor do aparelho será superior a US$ 1.000.

Leia também
V30 é o novo “superfone” da LG
Criador do Android, Andy Rubin apresenta o Essential Phone
A principal diferença visível do novo iPhone para seus antecessores é a tela, que cobre quase toda a frente do aparelho. Essa tendência de design, conhecida como “tela infinita”, já vinha despontando este ano nos celulares mais sofisticados da Samsung e da LG, e também o Essential Phone.
A ideia por trás do conceito de “tela infinita” é que a tela é o ponto central do aparelho e quaisquer outros elementos na parte da frente são espaço desperdiçado. Por isso, a tendência dos fabricantes é reduzir ao máximo o espaço para botões físicos, logotipos e outros elementos na frente do aparelho, deixando apenas o espaço necessário para componentes essenciais, como a câmera de selfies e o alto-falante usando em ligações.

Recursos

Para destravar o aparelho, em lugar da senha ou do leitor de digitais, o iPhone X usa a tecnologia de detecção facial, chamada pela Apple de FaceID. Essa tecnologia já é usada em alguns celulares Android, mas recebe críticas por ser facilmente “enganada”, usando-se fotos no lugar do rosto do usuário. Na apresentação, a Apple deu detalhes da FaceID e garantiu que ela é segura e não poderá ser “enganada”. A tecnologia também se adapta a mudanças no rosto, novos estilos de barba e cortes de cabelo.

O iPhone X tem tela OLED de 5,8 polegadas e resolução de 2.436 x 1.112. A Apple batizou a nova tela como Super Retina Display, uma versão aprimorada da Retina Display presente nas últimas versões do iPhone. O novo processador é o A11 Bionic, com seis núcleos e arquitetura 64 bits.

Como no 7 Plus e em outros celulares de ponta, O iPhone X terá duas câmeras traseiras. Ambas virão com sensor de 12 megapixels e estabilização óptica. O iPhone X vem ainda com recurso de carregamento de bateria sem uso de fios, usando o padrão Qi, o mais popular do mercado.

iPhone 8 e 8 Plus


iPhone 8 Plus tem mesmo chip do iPhone X (Crédito:AFP)
A Apple também apresentou no evento os smartphones iPhone 8 e 8 Plus. Eles são basicamente versões aprimoradas dos iPhones 7 e 7 Plus atualmente no mercado.

Como seus antecessores, as telas do iPhone 8 e 8 Plus são de 4,7 e 5,5 polegadas. O processador é o mesmo do iPhone X, o A11 Bionic. Os novos smartphones vêm com alto-falantes, que, segundo a Apple são 25% mais potentes do que os da linha 7.

Ambos os aparelhos têm câmera traseira com sensor de 12 Megapixels. Segundo a Apple, o novo sensor captura 83% a mais de luz do que os encontrados nos smartphones da linha 7. O iPhone 8 agora tem estabilização óptica, recurso que não estava no iPhone 7 (apenas no 7 Plus). O 8 Plus mantém a estabilização óptica já presente no 7 Plus.

Os novos iPhones também têm recurso de carregamento de bateria sem uso de fios, usando o padrão Qi.

Os preços nos Estados Unidos são de US$ 699 para o iPhone 8 de 64 GB e US$ 799 para o iPhone 8 Plus, também com 64 GB. Haverá versões com 256 GB, mas os preços não foram divulgados. Os aparelhos entram em pré-venda nos EUA nesta sexta-feira. A venda nas lojas começa no dia 22 deste mês.

Apple TV e Apple Watch


Series 3 é a nova linha do Apple Watch (Crédito:AFP)
No evento, a Apple apresentou ainda novas versões da Apple TV e do Apple Watch.

A nova Apple TV, chamada de Apple TV 4K, tem como principal diferencial a capacidade de transmitir vídeos em 4K. Este recurso não existe na atual Apple TV, mas já pode ser encontrado há algum tempo entre aparelhos concorrentes. A Apple TV 4K poderá ser comprada nos EUA por US$ 179 (com 32 GB) ou US$ 199 (64 GB), a atual Apple TV continua à venda por US$ 149.

A nova linha de relógios da Apple foi batizada de Apple Watch Series 3. A principal novidade é que alguns modelos virão com um chip de celular, ou seja, será possível fazer ligações e baixar dados via redes 3G/4G diretamente do relógio, sem precisar de um smartphone. Os relógios Apple Watch Series 3 serão lançados nos EUA no dia 22 de setembro, por US$ 329 (sem chip de celular) e US$ 399 (com chip de celular).
Revista isto é