O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Teresina, PI
Sábado, 18
Novembro de 2017

11/11/2017 - 08h00min

Brasil estuda adotar 'selos saudáveis' em alimentos; conheça

ra combater a obesidade, principalmente a infantil, o governo do Chile passou a exigir que as embalagens de todos os produtos sejam realmente claras. A lei demorou 10 anos entre a aprovação e a implementação real, com uma negociação entre o Ministério da Saúde e a indústria alimentícia. O projeto chileno, usado como exemplo positivo pela Organização Mundial da Saúde (OMS), atualmente é estudado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no Brasil.
Quem vai ao supermercado no Chile se depara com dois tipos de embalagens: as que têm selos e as que não têm. O ponto principal da Lei de Alimentos é a exigência, sem exceção para nenhuma empresa, de avisos grandes e em destaque em todos os produtos com altas taxas de açúcar, sal, gordura saturada e calorias.
Como ficam posicionados os selos nas embalagens dos produtos no Chile (Foto: Ministério da Saúde do Chile) Como ficam posicionados os selos nas embalagens dos produtos no Chile (Foto: Ministério da Saúde do Chile)
Como ficam posicionados os selos nas embalagens dos produtos no Chile (Foto: Ministério da Saúde do Chile)
De acordo com Anna Christina Pinheiro Fernandes, brasileira que trabalha no Ministério da Saúde do Chile e uma das pessoas que ajudaram a implementar o projeto, os 10 anos entre a aprovação da lei e a regulamentação em 2016 foram fundamentais para a discussão com a população e as empresas.
G1 





17/11/2017 - 19h30min
A ameaça totalitária