O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Teresina, PI
Quinta, 20
Setembro de 2018

25/12/2017 - 19h39min

Mobilidade urbana foi o destaque das obras realizadas pelo Governo em 2017

A maior obra de mobilidade urbana fica por conta das intervenções no Metrô de Teresina

 
 

 

Grandes obras de infraestrutura e mobilidade urbana foram entregues em 2017, além de outras que estão em andamento. Pavimentação, construção de viadutos e elevados, duplicação de pontes e revitalização de avenidas. Essas são algumas das ações que o Governo do Piauí realiza com o objetivo de fomentar a economia e estimular o desenvolvimento.

A maior obra de mobilidade urbana da história do Piauí fica por conta das intervenções no Metrô de Teresina, que terá investimentos da ordem de R$ 448 milhões, dos quais, R$ 228 milhões já estão assegurados. O projeto foi dividido em duas etapas distintas e funcionais. A primeira etapa, que já foi contratada por processo licitatório, consiste na compra de três VLTs, cada um com três "carros" e capacidade para até 600 passageiros, cada. As três primeiras composições estão orçadas em R$46,50 milhões e já estão sendo fabricadas, devendo substituir os atuais trens do metrô até o fim do primeiro semestre de 2018.

Outro grande destaque de Teresina foi a entrega da primeira etapa do elevado da avenida Miguel Rosa, que possui 320m de extensão e quatro faixas com 3,5m de largura cada. Cerca de 10 mil veículos passam pelo local diariamente, onde ocorreu uma melhora visível no tráfego da região. Agora, a obra segue para a segunda etapa que consiste na escavação de trincheira, drenagem e desvio de adutoras. O rebaixamento vai interligar a pista que passa pela Rodoviária de Teresina em direção a Timon (MA). Nas duas obras serão investidos R$ 24.345.820,85, recursos do programa Pró-Desenvolvimento II, do Governo do Estado.

Segundo o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PI), Castro Neto, foi uma missão concluir uma obra tão aguardada pelos teresinenses. “A obra interliga a região sul da capital, que compreende uma das entradas da cidade pela BR-316, com o Centro da cidade. Essa área era considerada crônica para quem passa por ela todos os dias. Com o elevado temos uma melhora no tráfego e, consequentemente, na qualidade de vida dos piauienses", destacou.

Ainda na capital, a Secretaria de Estado dos Transportes (Setrans) inaugurou o complexo da ponte Juscelino Kubitschek que agora conta com cinco faixas de tráfego no sentido Centro-Leste, um passeio central para pedestres e ciclistas, interligando o canteiro central das avenidas Frei Serafim e João XXIII, mais uma praça sob a ponte JK. As obras da reestruturação custaram R$ 31.686.491,73, incluindo a construção da ponte do Meio, dos acessos, reforma da ponte JK e implantação do passeio central. Já, a construção das duas praças sob a via, está orçada em R$ 1.696.978,11.

"É uma obra de grande importância para Teresina. A ponte do meio desafogou o trânsito e facilitou a trafegabilidade na região central da cidade, melhorando a qualidade de vida das pessoas. Já, a praça é uma opção a mais para a cultura local, transformando um espaço, antes degradado, em um ambiente agradável e aconchegante", destaca o governador Wellington Dias.

Rodoanel e duplicação das BRs

O rodoanel de Teresina está 95% concluído e espera-se uma redução no tráfego de pelo menos cinco mil veículos de cargas que diariamente passam na área urbana da capital. A última etapa consiste na construção das alças do viaduto da BR 316, implantação dos dispositivos de segurança e sinalização. Ao todo, R$ 125 milhões foram investidos.

Na zona Sul da cidade, quem passa pelo local, já percebeu o avanço nas obras de duplicação da BR-316. Até o momento, a duplicação encontra-se 40% concluída com alguns trechos de asfaltamento já finalizados, como cerca de três quilômetros que vão da entrada do conjunto habitacional Eduardo Costa até o posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Ao todo, são nove quilômetros de duplicação das vias, que inclui oito faixas para veículos, ciclovia, calçada, três viadutos e três passarelas para pedestres. Esse é investimento de quase R$ 65 milhões de recursos.

 A BR-343 também terá nove quilômetros de duplicação, com quatro faixas para veículos, um total de R$35 milhões de investimentos.

Pelo menos R$ 253,3 milhões já foram investidos pelo DER no Piauí em 65 obras concluídas desde o início de 2015. Somado às obras da Setrans, o DER responde por 63% do total de investimento feito no período, o que mostra que a prioridade do Governo tem sido em ações de infraestrutura e mobilidade, como construção ou reforma de pontes e de rodoviárias, estradas, pavimentação de ruas, alargamento de avenidas, asfaltamento e recuperação de vias. No período, foram no total 43 ações concluídas.

Pavimentação em bairros

Foram inaugurados mais de 40 quilômetros de vias asfaltadas na capital, incluindo todas as ruas do bairro Parque Piauí e Redenção, além de ruas dos bairros Vila Irmã Dulce, Parque Eliane, Vila Nova, Uruguai, Bairro de Fátima, Horto Florestal, Conjunto Eduardo Costa, pátio do Detran e posto da Fazenda no bairro Tabuleta. Foi um total de R$ 9.830.126,00 em investimento com recursos de operação de crédito.

Rodoaneis e aeroportos

Os contornos rodoviários também foram destaques em 2017. Em Canto do Buriti está sendo realizada a primeira etapa do rodoanel da região, custando R$ 8.532.320,80 ao DER.

Na cidade de São Raimundo Nonato, a obra foi executada pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra) e tem 2,5 km de extensão, evitando que os carros de grande porte passem pelo centro da cidade e aliviando o tráfego. A obra foi entregue no mês de julho. Já na cidade de Regeneração, a obra foi realizada pela Seinfra e inaugurada no começo do ano. O investimento da obra foi de R$ 4.606.566,41.

Com as obras de aeroportos, o Piauí deve ganhar reforço nas cidades de São João do Piauí, Bom Jesus, Corrente e Picos. As obras de reforma e ampliação do aeroporto da cidade de São João do Piauí foram entregues em novembro. Com pista de táxi aéreo, pátio de estacionamento de aeronaves, cerca de proteção e balizamento noturno, o aeroporto Benjamim de Moura Leal recebeu investimentos na ordem de R$ 4.214.708,74, advindos do Tesouro Estadual. A entrega no novo aeroporto faz parte do programa Piauiense de Desenvolvimento da Aviação Regional e foi o primeiro a ser concluído dentro desse plano.

Mobilidade urbana no interior

Com o avanço das obras de rodovias desde o início de 2015, o Piauí saltou de 66 para 219 municípios ligados por asfalto. O número representa 98% dos 224 municípios do Estado. Até o final de 2018, a meta é que chegue a 100% de cobertura.

Dom Inocêncio, Pavussu, Domingos Mourão e Morro Cabeça do Tempo são os cinco últimos municípios do Piauí que passarão a ter ligação através do asfalto com outras cidades. Os municípios de Socorro do Piauí e Pedro Laurentino, que estão a 37km de distância um do outro, terão o investimento em cerca de R$13 milhões para a ligação asfáltica entre eles. A obra está em execução e vai reduzir o tempo de deslocamento entre as duas cidades. A distância de 44km entre os municípios de Picos e Itainópolis passará a ser ligada por asfalto. A obra está sendo executada pelo DER, no valor de R$ 9 milhões. Com isso, Itainópolis terá ligação asfáltica com a BR 407, por meio da PI 379.

Buriti dos Lopes

No município de Buriti dos Lopes, os serviços de pavimentação asfáltica foram executados no trecho que vai do entroncamento da PI-211 até o povoado Coroa de São Remígio. Os serviços de melhoramento da implantação e pavimentação asfáltica foram executados em Tratamento Superficial Duplo (TSD), no trecho que vai do entroncamento da PI-211 até o povoado Coroa de São Remígio, com extensão de 9 km. A obra era uma reivindicação antiga da comunidade. No total, foram investidos na obra, R$ 3.811.771,89 com recursos do Governo do Estado, por meio da Setrans. A região, situada no Vale do Longá, é uma grande região produtora de cerâmica.

Bom Princípio

Já em Bom Princípio, foram executados os serviços de pavimentação asfáltica em Concreto Betuminoso Usinado a Quente (C.B.U.Q.), numa área de 30.000m², contemplando diversas vias da zona urbana do município, como as ruas Benedito Dionísio, Ceará, José Ribeiro de Carvalho, Norberto Dionísio Rabelo, Terezinha de Jesus Marques Rebelo, Rua dos Edis, Cirilo Vieira de Albuquerque, Nazaria Firmino de Araújo, Bernardo Vieira de Carvalho, Luiz dos Santos Bezerra, Eduardo Alves Pereira e Hugo Ribeiro da Costa Barros. As obras tiveram investimento da ordem de R$ 1.218.312,98, recursos do Governo do Estado do Piauí, por meio da Setrans.

Cocal

Em agosto deste ano, o município de Cocal, recebeu obras de pavimentação asfáltica do trecho que liga Cocal ao povoado Campestre, onde foram investidos R$ 5.894.000,96, recursos do Tesouro Estadual. Além disso, foram autorizadas obras pelo Instituto de Desenvolvimento do Piauí (Idepi), de conclusão de projeto executivo do asfaltamento, por meio de contrato da Caixa Econômica Federal. Do município de Cocal para Bom Princípio, com extensão de 25/29 km, com orçamento de R$ 9.499.179,21.

 

Autoria: Aline Medeiros