O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Teresina, PI
Terça, 16
Outubro de 2018

13/05/2018 - 06h31min

Moro assume investigação enviada pelo STJ e determina abertura de inquérito contra ex-governador Beto Richa

O juiz Sérgio Moro assumiu as investigações a partir da Operação Lava Jato sobre o ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB-PR) e determinou que a Polícia Federal (PF) abra um inquérito contra o ex-governador para apurar o suposto favorecimento à Odebrecht na licitação da PR-323, no noroeste do Paraná.
No despacho, o juiz deu prazo de 30 dias para que a PF e o Ministério Público Federal (MPF) dêem continuidade às investigações.
Na decisão, Moro afirmou que é dele a competência para julgar os fatos relacionados à campanha a reeleição de Beto Richa em 2014 porque nesse caso haveria suspeita de contrapartida com uma intervenção do governo do estado na licitação para as obras na rodovia.
No dia 26 de abril, o ministro Og Fernandes, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), determinou o envio das investigações para o juiz Moro e para a Justiça Eleitoral do Paraná. O caso corre em segredo de Justiça.
Ao enviar o pedido, o ministro atendeu a um pedido da Procuradoria Geral da República feito depois que Beto Richa deixou o cargo de governador para disputar o Senado.
Como ele perdeu o foro privilegiado de governador no STJ, o processo segue agora na primeira instância.
Richa citado em delações
Beto Richa (PSDB) foi citado nas delações da Odebrecht (Foto: Adriana Justi / G1) Beto Richa (PSDB) foi citado nas delações da Odebrecht (Foto: Adriana Justi / G1)
G1 

15/10/2018 - 15h18min
Professores para o Brasil


15/10/2018 - 15h00min
Os fiéis de Bolsonaro

15/10/2018 - 14h55min
Uma extensa ficha corrida

13/10/2018 - 06h03min
No berço da intolerância

13/10/2018 - 05h54min
Por que ele está quase lá