O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Teresina, PI
Sexta, 22
Março de 2019

13/03/2019 - 20h05min

Moro, Guedes e outros quatro ministros acompanharão comitiva de Bolsonaro na viagem aos EUA

O porta-voz do Palácio do Planalto, Otávio do Rêgo Barros, informou nesta quarta-feira (13), em uma declaração à imprensa, que seis ministros acompanharão o presidente Jair Bolsonaro na viagem oficial aos Estados Unidos na próxima semana. Na visita a Washington – primeira de caráter bilateral realizada pelo presidente brasileiro ao exterior – Bolsonaro será recebido na Casa Branca pelo colega norte-americano Donald Trump.

Veja quem são os ministros que vão viajar para os Estados Unidos com Bolsonaro:

Paulo Guedes, ministro da Economia
Sérgio Moro, ministro da Justiça
Augusto Heleno, ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI)
Ernesto Araújo, ministro das Relações Exteriores
Tereza Cristina, ministra da Agricultura
Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente
Segundo o porta-voz, a comitiva presidencial embarcará para Washington no domingo (17) para a viagem de três dias à América do Norte. Trump receberá o aliado brasileiro na terça-feira (19) na sede do governo norte-americano.

Otávio Rêgo Barros informou ainda que Bolsonaro e os demais integrantes da comitiva presidencial ficarão hospedados em Washington na Blair House, um casarão localizado no complexo da Casa Branca usado pelo governo norte-americano para receber chefes de Estado em visitas oficiais.

De acordo com o porta-voz, o fato de Bolsonaro ter decidido visitar Trump em sua primeira visita a um chefe de Estado no exterior demonstra "a prioridade que o governo atribui à construção de uma sólida parceria com os Estados Unidos da América".

"A visita aos Estados Unidos tem por objetivo promover uma agenda de resultados positivos em diversas áreas, destravando temas que já estavam na pauta e abrindo novas frentes, novas oportunidades”, declarou Rêgo Barros.

Domingo: o porta-voz informou que Bolsonaro e sua comitiva têm previsão de decolar de Brasília rumo a Washington às 8h do próximo domingo (17). O voo deve durar nove horas. Já nos EUA, haverá um jantar na residência do embaixador do Brasil em Washington com “formadores de opinião”.

Segunda-feira: ministros brasileiros participarão de um debate sobre investimentos, realizado na Chamber of Commerce. Haverá uma audiência com Henry Paulson, ex-secretário do Tesouro dos EUA, além das assinaturas de acordos entre os dois países.

Parte da comitiva participará de um painel chamado “Bolsonaro e Trump, novo começo das relações de Brasil e EUA”. Também há previsão de um painel sobre o futuro da economia brasileira e de um jantar oferecido pelo conselho empresarial Brasil-EUA.

Terça-feira: pela manhã Bolsonaro terá um encontro com Luis Almagro, secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), na Blair House. Após, Bolsonaro será recebido por Trump na Casa Branca, onde os dois terão um “encontro privado”, com a presença apenas de tradutor.

A agenda na Casa Branca ainda prevê um almoço de trabalho e reunião, seguida de uma declaração à imprensa dos presidentes. Bolsonaro também fará uma visita ao Cemitério Nacional de Arlington e irá ao “túmulo do solado desconhecido”.

Ainda na terça, Bolsonaro terá uma reunião com lideranças religiosas na Blair House, seguida de um jantar de trabalho. O retorno em Brasília será ainda na terça.
G1 


00/00/0000 - 00h00min



20/03/2019 - 21h09min