O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Teresina, PI
Segunda, 15
Julho de 2019

19/06/2019 - 13h01min

Governador trata sobre viabilidade de projetos para emissão de títulos verdes

O governador Wellington Dias e a superintendente de Parcerias e Concessões, Viviane Moura, reuniram-se, nesta terça-feira (18), em São Paulo, com representantes da Climate Bonds, iniciativa internacional que esclarece informações sobre o mercado de capitais, sanando dúvidas e orientando sobre as melhores práticas de emissão de títulos verdes, com o objetivo de promover uma economia de baixa emissão de carbono e resiliente às mudanças climáticas.
De acordo com a diretora da Climate Bonds América Latina, Tatyanne Gasparotto, foram discutidos com os gestores piauienses sobre a perspectiva de ativos verdes do estado do Piauí em investimentos que abrangem desde a geração renovável à infraestrutura sustentável, como água e saneamento. “O que a gente tem visto é que tem muita demanda no mercado global por esse tipo de ativo e o nosso objetivo é ajudar o Brasil a se posicionar como lider em finanças verdes e ficou muito claro que o Piauí tem um estoque bem importante nesse tipo de ativo”, comentou a gestora.
Tatyanne Gasparotto ressaltou que foi acordado dar continuidade aos trabalhos de organização do portfólio do Estado do Piauí e ver como a iniciativa pode ajudar o Estado a acessar essas novas fontes de financiamento.
Para o chefe do Executivo piauiense, atuação nessa área ambiental especialmente quando que se trata de captação para esta área de emissão de títulos, seja numa aplicação de mercado ou por esse lado puramente ambiental exige credibilidade, o conhecimento das regras que os principais fundos e aplicadores utilizam no planeta, por isso, é tão importante estar alinhado e ter essa parceria com a Climate Bonds.
“Normalmente, em outros países já há um amadurecimento nessa preocupação com as mudanças climáticas maior que no Brasil, no ponto de vista empresarial. No Piauí, temos o marco regulatório e bons projetos, mas precisamos adequar a algumas exigências nacionais e internacionais e a Climate Bonds apresenta o interesse de colaborar nos sentido de ajudar com o Piauí em alguma áreas”, comentou Wellington.
O gestor estadual citou o financiamento com a Agência Francesa e enfatizou que é possível captar recursos para equipar e preparar melhor os parques estaduais piauienses e fazer estrutura adequada para a visitação e a venda dos ativos verdes.
Viviane Moura disse que, com o apoio da Climate Bonds, é possível trabalhar melhor o portfólio do programa e que os próximos passos são a avaliação de quais os projetos tem viabilidade do ponto de vista para a certificação para emissão dos títulos verdes.
Autoria: Tamyres Rebeca